Escrever · O processo · Roteiro

Como funciona o Método Snowflake

Conheci esse método alguns meses atrás e venho testando-o na minha última história. A ideia dele é começar pequeno e ir expandindo, melhorando, indo de uma visão geral para então ir adicionando os detalhes. Particularmente venho entendendo mais rapidamente que cara desejo dar para as minhas histórias e como pretendo que seja o final.

Seu criador Randy Ingermanson mantém um site explicando os dez passos para qualquer um poder utilizar o seu método, mas vou tentar jogar uma luz sobre ele aqui também.

A princípio penso que a melhor forma de se preparar para um roteiro -seja esse ou não- é se permitindo um brainstorm das ideias que já teve para a sua história, pois segundo o próprio Randy, você precisa se organizar e colocar as ideias no papel, uma vez que sua criatividade provavelmente deixou vários buracos na sua história e você precisa preenchê-los antes de escrevê-la.

snowflake-iteration-1

No passo 1 – Escreva uma frase que resuma sua história.

  • Tente usar menos do que 15 palavras.
  • Não coloque nome de personagens ainda.
  • Tente unir a visão geral e pessoal. Que personagem tem mais a perder? O que ele tem a ganhar?

No passo 2 – Pegue essa frase a expanda para um parágrafo.

  • Escreva onde se passa a história, os principais desastres e o final.
  • Você pode utilizar a estrutura de três desastres e um final.
  • O parágrafo terá idealmente cinco frases. A primeira dando uma visão geral de onde tudo vai acontecer, então uma frase para cada um dos desastres e a última para o final.

No passo 3 – Você faz algo parecido com o passo dois, mas para cada um dos personagens principais.

  • Coloque o nome do seu personagem;
  • Uma frase resumindo a história dele;
  • A motivação do personagem (O que ele/ela quer de forma abstrata?);
  • O objetivo do personagem (O que ele/ela quer de forma concreta?);
  • O conflito do personagem (O que o/a impede de alcançar seu objetivo?);
  • A epifania do personagem (O que ele/ela aprenderá, como irá mudar);
  • Um resumo de um parágrafo com a história do personagem.

Um detalhe para todas as etapas: Não precisa estar perfeito, você sempre pode voltar e revisar as coisas a medida em que for aprendendo mais sobre a sua história.

snowflake-iteration

No passo 4 – Agora volte na história, pegue cada frase do seu parágrafo e as expanda para um parágrafo cada. Todos a não ser o último devem terminar num desastre e o último parágrafo contar como o livro termina.

No passo 5 – Escreva uma página descritiva para cada personagem principal e meia página para os secundários. Aqui você conta a história do ponto de vista do personagem.

snowflake-iteration-3

No passo 6 – Você já tem a trama principal e várias mini-tramas de cada personagem, então volte e expanda o que fez no passo 4, encaixando as mini-tramas, transformando cada parágrafo em uma página inteira.

No passo 7 – Agora comece a escrever tudo o que precisa saber sobre os personagens, fazendo uma expansão do seu passo 3. Lembre-se de ter as informações triviais e as coisas que achar interessante saber sobre os seus personagens também, além de identificar como ele irá mudar ao fim da história. A ideia é que a partir daqui seus personagens “criem vida”.

snowflake-iteration-4

No passo 8 – Pegue suas páginas-resumo e faça uma lista de todas as cenas que você precisa para transformar a história num livro. Um meio mais simples de organizar isso é com uma planilha, escrevendo cada cena numa linha, com os detalhes mais importantes como quem estará na cena, onde vai acontecer e que ponto de vista pretende usar. Também pode colocar quantas páginas ela terá.

No passo 9 – Pegue as cenas e aumente-as com vários parágrafos, diálogos, objetos, o conflito principal dela, tudo o que conseguir pensar, já utilizando o ponto de vista escolhido. É uma etapa opcional para escritores mais experientes.

No passo 10 – Agora você escreverá de fato o primeiro rascunho da sua história. Aqui você vai concertar o que não achar bom, descobrir os detalhes que estiverem faltando e ter finalmente sua história pronta!

Basicamente é isso, não tem nenhum mistério mas lembre-se de que o método está sendo usado para lhe ajudar! O planejamento de forma alguma é definitivo e sempre que achar algo melhor você pode e deve mudá-lo.

Espero ter ajudado e até a próxima!

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s