Escrever · inspiração · O processo

O que faz um excelente primeiro capítulo?

Segundo a editora e instrutora de escrita Jeni Chappelie, alguns detalhes podem fazer muita diferença no primeiro capítulo do seu livro -seja de forma positiva ou negativa- por isso trouxe aqui um resumo do post dela falando sobre isso em seu blog.

O primeiro capítulo é como um modelo em miniatura do seu livro, capaz de seduzir o leitor, portanto alguns pontos precisam ser examinados.

Voz, disposição e tonalidade: Tenha certeza que a sua voz está presente na escrita e que seu capítulo define o ritmo e o tom do resto do livro. Seu narrador é engraçado? Sarcástico? Sério? Sua história um suspense ou um drama?

Enredo: Seu primeiro capítulo precisa ser sobre o evento que impulsiona o resto da história e dá ao seu protagonista um propósito. Crie um conflito, irrite seu protagonista, mas tenha certeza de usar coisas que sejam relevantes para o resto da história. E mantenha um equilíbrio na quantidade de ação.

Conexão Emocional: Faça os leitores se importarem com o personagem principal e sua história. “Mostre, não diga” é essencial no primeiro capítulo. Tente criar um senso da situação do personagem através da linguagem corporal, ações, emoções e pensamentos, e um diálogo forte. Não sobrecarregue os leitores com grandes grupos de personagens ou muitas descrições.

Mistério: Começar com um diálogo ou no meio de uma cena faz os leitores pensarem no que raios está acontecendo, como os personagens foram para nesse lugar e o que virá em seguida. Mas, procure manter o foco no que está acontecendo no momento e qualquer dica sobre o futuro subentendida.

Orientação: Apresente seu protagonista e alguns personagens importantes, dê descrição suficiente apenas para o leitor poder dizer onde e quando a história se passa, quem está lá, o que está acontecendo e por que isso é importante.

Onde e com quem começar? 

Onde na linha do tempo de história começa o enredo principal? Agora volte um passo. Comece daí. Isso ajuda o leitor a se situar e se importar antes de todo o inferno se soltar. Mas não tão longe que eles possam se entediar esperando que algo aconteça.

Quem está envolvido no enredo principal? Sempre que possível traga -ou ao menos mencione- um ou dois personagens principais além do protagonista que serão importantes na história mais tarde.

O que não se deve fazer:

  • Muita exposição ou descrição;
  • Backstory (história de fundo);
  • Flashbacks (memórias do passado);
  • Introduções pessoais como “Olá, meu nome é Yumi e eu sou escritora. Um dia, uma coisa louca aconteceu comigo.”;

Clichés como:

  1.   Sonhos / Falsos começos;
  2.  Tempo;
  3.  Manhãs;
  4.  Funerais;
  5.  Primeiros dias.

Lembrando, nada sobre escrever pode ser visto como regra, são apenas dicas que você pode seguir ou não se assim desejar.

Me digam se tem algum tema específico que gostariam de ver por aqui nos comentários! Até amanhã.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s