Experiências · inspiração · Livros · Resenhas

[Resenha] Entrevista com o Vampiro: A história de Cláudia – Anne Rice

Título: Entrevista com o Vampiro

Subtítulo: A história de Cláudia

Título Original: Interview with the Vampire: Claudia’s Story

Autora: Anne Rice

Arte e Adaptação: Ashley Marie Witter

Editora: Rocco

Ano da Edição: 2014

Páginas: 224

Gênero: Ficção – Romance / Novela, Fantasia

Sinopse: Esta não é simplesmente uma adaptação para os quadrinhos de Entrevista com o Vampiro, bestseller de Anne Rice que virou filme em 1994. Meticulosamente ilustrado por Ashley Marie Witter, a versão em graphic novel do livro de estreia da rainha dos vampiros reconta a história sob um ponto de vista inédito: o da vampira criança Cláudia, a imortal de 6 anos de idade, órfã e assassina, vítima e monstro, representada por Kirsten Dunst na versão cinematográfica.

As ilustrações em tons de sépia de Ashley Marie Witter retratam fielmente os personagens felinos e andróginos de Rice. O desenho detalhista, algo vintage, reforça o clima ao mesmo tempo sensual e sombrio da obra original, renovando e enriquecendo a narrativa.

A história se inicia com a transformação da enigmática Cláudia em um vampiro e acompanha seu “envelhecimento”, as hostilidades crescentes entre ela e Lestat, seu caso de amor platônico com Louis e sua busca desesperada por outros de sua espécie, com quem espera obter respostas sobre sua própria natureza.

A perspectiva de Cláudia, com uma mente adulta eternamente aprisionada em um corpo infantil, nos mostra uma nova gama de conflitos e contradições, nunca antes apresentados em qualquer livro da série original, tornando esse volume um item indispensável para qualquer aficionado por Anne Rice e seus personagens.

A adaptação é a primeira graphic novel inteiramente produzida pela autora e ilustradora Ashley Marie Witter, que estudou desenho pensando em trabalhar com cinema e videogames antes de descobrir sua vocação para os quadrinhos.

 

Esse em partes foi meio que uma surpresa pra mim. Quando comprei o livro foi muito mais pelas ilustrações maravilhosas do que por interesse na visão de Cláudia das coisas (qualquer um que viu o filme ou leu o livro vai entender, eu acho) mas, com a história lida e apreciada em poucas horas, posso dizer ter um pouco mais de compreensão com a vampira aprisionada em seu corpo de criança.

Cláudia tem os problemas e desejos retratados tão lindamente que, em alguns momentos, tive pena dela. E por ser uma personagem que se constrói com o tempo, tanto nos traços mais adultos em seu rosto infantil quanto em suas atitudes, acaba transformando a narrativa em algo novo apesar de já saber o que aconteceria pelo filme (ainda não li o livro original, me julguem). Fora que o cuidado e detalhismo nos desenhos torna cada cena muito viva e sangrenta quando necessário. Foi muito inspirador e gostoso de ler.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s