Escrever · Experiências · O processo

Definindo as Metas do seu Personagem

 Como você pode identificá-las? Que coisas podem induzir seu personagem a criar tal meta? Como ele pretende atingi-la? Como essa meta pode modificá-lo?

Essas e outras perguntas precisam ser respondidas quando desejamos criar personagens realistas e profundos. São as metas que ajudam os personagens a persistirem durante os conflitos e derrotas, elas que movem o enredo. Por isso trago hoje algumas formas de encontrar a meta perfeita para o seu personagem. Retirado e adaptado de She’s Novel.

Encontrando a Meta do seu Personagem

  1. O que ele quer? Qual a coisa que o seu personagem anseia? Manter uma promessa? Trazer uma verdade para a luz? Um relacionamento que ele quer reconstruir? Pelo que ele vai lutar?
  2. O que ele precisa de fato? Às vezes as metas dos nossos personagens vem de emoções desagradáveis como medo, raiva, desespero, orgulho, vaidade. O que um personagem deseja pode não ser o que ele de fato precisa. Você precisa descobrir o que vai completar seu personagem completamente versus o que ele acredita que fará isso por ele.

Mantenha em mente que as metas dos personagens podem mudar com o decorrer da história uma vez que eles percebam que o que eles querem não é exatamente o que precisam. Uma mudança de perspectiva, motivação ou ação indica crescimento.

Fortalecendo as Metas do seu Personagem

Metas devem ser bem específicas. Seus personagens devem saber exatamente o que eles querem e como eles planejam fazer isso, mesmo se eles não compreenderem exatamente o que precisam. Aqui vão algumas formas de fortalecer as metas dos personagens e dá-las o propósito que precisam para manter o enredo andando.

  1. Considere os medos deles. Seu personagem está agindo por medo? Eles podem desejar alcançar sua meta para apaziguar um inimigo, para garantir a própria segurança, ou para exorcizar os fantasmas que o persegue. Esse medo pode estar prejudicando a percepção do que ele realmente precisa.
  2. Considere suas falhas. Que traço de personalidade está impedindo seu personagem de entender suas necessidades reais? Ele tem um traço que o persegue nas mais terríveis situações? Imperfeição é um símbolo de humanidade, e vai dar algo para os leitores se identificarem.
  3. Considere seus desejos. Seu personagem não está enxergando o que precisa porque está cego de desejo? Pode estar cego de amor, luxúria, poder, fama ou qualquer outro desejo que os impeça de reconhecer seu caminho para sua realização.
  4. Considere suas motivações. Ele fez uma promessa a si mesmo que precisa cumprir? Há uma emoção como tristeza ou arrependimento o encorajando a fazer mudanças? O que o motiva a manter esse caminho?

 

Lapidando as metas

    Mesmo se dois personagens tiverem a mesma meta, eles podem chegar nela por caminhos diferentes.

  1. Valores. Moral. Isso afeta a forma como o personagem pretende atingir suas metas.
  2. Educação. A criação dele afeta a forma como ele age. Que pode ser um reflexo positivo ou negativo das habilidades de seus pais.
  3. Crenças. Preferências pessoais, como política e decisões sociais, ou preferências de moda, fala, subcultura, interesses.

 

Como as metas podem moldar seus personagens

Se o seu enredo é dirigido por personagens, então eles passarão por um desenvolvimento pessoal. Seja uma profunda mudança de coração ou uma simples mudança de perspectiva.

  1. Quem ele era? No começo da história. Como era o seu dia a dia? Como ele agia e no que acreditava? Como era em personalidade, moral e preferências?
  2. Quem ele é? Se a sua história tem conflito, então seu personagem enfrentará derrotas. Essa falha terá um grande efeito em quem eles são. O personagem deixará que a derrota o molde para melhor ou para pior? Como seu personagem lida com isso pelas situações vai determinar a verdadeira natureza dele. Um personagem com uma meta forte deve ser capaz de encarar suas falhas e seguir em frente.
  3. Quem ele será? Seu personagem enfrentou desafios e problemas. Como os eventos da história moldaram sua perspectiva, crenças, moral…? Eles cresceram para melhor ou para pior, e sua meta muda a medida que vão se tornando esse novo “eu”?

O tipo de meta a se evitar

  • O personagem quer ser feliz
  • O personagem quer ser amado
  • O personagem quer ser poderoso
  • O personagem quer ser famoso
  • O personagem quer ser rico

Essas metas são muito genéricas e superficiais para servirem como propósito numa história. Na verdade essas coisas são mais ambições do que metas.

Os personagens podem ter alguma dessas ambições mas precisam de metas atingíveis para se guiar.

Ex.: Digamos que o seu personagem deseja ser famoso. Essa é sua ambição. Mas como ele fará isso? Qual o seu plano para tornar essa ambição realidade? Digamos que ele deseja ser o vocalista de uma banda de rock que já vendeu vários discos. Essa é a meta.

Você pode expandir essa meta em pequenos passos que servirão de pontos no enredo da sua história.

Usando o exemplo, digamos que o personagem usa suas economias para pagar um tempo num estúdio para sua banda. Esse é o ponto #1 do enredo. Então seu personagem grava uma demo e a envia para várias gravadoras. Esse é o ponto #2, com uma ação crescente.

Uma gravadora assina um contrato com a banda. Ponto #3. Mas depois de um mês algo dá errado e seu personagem perde o seu sonho. Ponto #4. Um membro da banda então sugere que eles participem de uma competição de bandas na televisão. Eles se inscrevem e entram no show. Ponto de enredo.

Espero que possa ajudar vocês como tem me ajudado!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s